Chat Feminino
Comportamento

Sobre ser gorda, aceitação e dieta

Eu fiquei relutante em escrever esse post porque remexer em memórias que a gente quer deixar esquecidas pode causar tristezas e outros sentimentos não tão legais, mas fiquei pensando sobre isso por vários dias e resolvi falar.
Essa coisa de ser acima do peso em uma sociedade preconceituosa não é fácil. A gente passa a vida inteira ouvindo: “que rosto lindo, pena que não emagrece.” ou variações do tipo. Rótulos nos são colocados, somos preguiçosos, desleixados, descansados, não conseguimos nos comprometer com nada, por que se a gente não consegue se comprometer com uma dieta, como iremos nos comprometer com coisas mais sérias?
estereotipos

Somos os engraçados, os legais, os palhaços da turma. Uma casca (de tecido adiposo) nos protege, somos fortes e poderosos, nada nos atinge. Os gordinhos são estereotipados e isso, isso é uma merda (desculpaí o palavrão).
Quando eu era adolescente, ouvia tanto essa coisa de “devia emagrecer, tão linda, olha o olho dela, é verde e o cabelo é loiro, mas não faz uma dieta…” que isso me persegue e me enche o saco até hoje. Gordo não pode ser bonito?
E quando a gente cresce mais um pouco, os homens paqueram nossas amigas magras e não a gente. Somos colocadas automaticamente no cargo de amigas legais, as divertidas. E isso dói tanto que vocês não imaginam.
Só que de uma hora pra outra, talvez algo mágico aconteça com você, como aconteceu comigo.
A gente se aceita. O espelho passa a não ser mais um bicho de sete cabeças, ele se torna um pouco mais atraente.
eu me amo
Descobri com a maquiagem, que eu sou sim uma pessoa bonita. Independente no número do meu manequim. Sou bonita porque me sinto assim. E acho que quando isso acontece na vida de uma pessoa, é uma das melhores sensações que ela pode ter.
Se gostar, antes que alguém goste de você é fundamental.
E você descobre que seus amigos são seus amigos por quem você é e não pelo que você pesa. E você conhece pessoas do sexo oposto que te acham linda, não importa quanto você pese, só importa que você sorria.
E eu acho que depois disso a vida passa a ter um significado bem diferente e bem mais colorido.
Até que por me amar tanto eu resolvi sozinha e por livre e espontânea vontade, emagrecer. Porque não? Eu queria me sentir melhor comigo mesma, cada vez mais.
nadaaprovar
Parece muito contraditório, mas o que não é contraditório na vida?
Eu ainda to gordinha? To sim.
Mesmo com os quilos demorando a ir embora, eu tenho a coisa mais preciosa do mundo, amor por mim mesma. E isso, ninguém pode tirar de mim. ;)
vcehlinda
Eu torço e espero para que cada um que tem baixa auto estima como um dia eu tive (e muitas vezes ainda luto contra) consiga contornar a situação e perceber que na verdade, você é sim uma pessoa linda.

You Might Also Like...

5 Comments

  • Reply
    Jullyanne
    21 de outubro de 2013 at 10:00 am

    Muito bem Nary!!!!

    Sou a gordinha mais feliz e metida que existe (todos sabem) e peso pra mim tem mais a ver com saúde do que com padrão da sociedade.
    Agradeço todos os dias por ter tido sempre uma cabeça legal com relação a isso, e agradeço ainda mais por ter sido sempre egoísta e pensar: eu me amo assim, sou feliz assim e o mundo? Pobre do mundo que vive em busca de uma perfeição que NUNCA vai existir.

    E que as pessoas aprendam a se amar primeiro, estejam elas gordinhas, magrinhas, altas ou baixinhas!!!

    O bom da vida é viver :)

  • Reply
    Rayana Galvão
    21 de outubro de 2013 at 10:07 am

    Sou daquelas leitoras que acompanha o blog, mas nunca comenta.
    Dessa vez não tive como resistir. Que lindeza de post, Nary!
    Deu até orgulho por saber que “conheço” alguém como você.
    Continue se olhando no espelho e se achando linda, que o mundo inteiro vai te achar linda, como eu acho. :)
    Beijos.

  • Reply
    Taby
    21 de outubro de 2013 at 10:21 am

    Lindo post Nary.
    Também sei muito bem como é passar por tudo isso. E demorei demais até conseguir deixar de lado a paranóia do peso.
    Hoje eu quero emagrecer mas por questão mais de saúde, porque eu quero mesmo é que os outros explodam. HAHAHA

  • Reply
    Marisa
    22 de outubro de 2013 at 10:17 pm

    Sempre venho aqui, mas é a primeira vez que comento: tás coberta de razão garota! Amor próprio é tudo! Bjos

    • Reply
      Nary
      25 de outubro de 2013 at 6:53 pm

      Oi Marisa,
      que bom que gostou! =**

Leave a Reply