Chat Feminino
Comportamento

O que me inspira

Falar de inspiração é uma coisa pessoal. E complicada. O que me toca, me choca, me comove, me inspira, transforma em mim só em mim, de uma forma diferente da que atinge o outro. Com mais ou menos intensidade, vai depender de quão aberto e susceptível a receber interferências de terceiros na sua forma de pensar/agir/ver o mundo.

Quando a gente é adolescente quer ser dono da verdade e ter cabeça dura. “Nada me muda, nada me abala”, “sou tronco forte que não quebra”. Ouvi e reproduzi muito isso, mea culpa, sou réu confessa nessa arte de ter sido uma adolescente um pouco intransigente. Mas o tronco enverga e a atitude do outro, o olhar do outro começa a modificar o nosso olhar, o nosso mundo, nossa forma de enxergar, mesmo que por trás de óculos.
inspiração
Uma coisa que aprendi quando comecei a trabalhar com criatividade (pra trabalhar com internet é necessário ter criatividade viu, e muita) é que precisamos estar abertos à inspiração, aprendemos a olhar tudo como fontes. O mundo é nossa inspiração maior e somos todos telas meio pintadas meio em branco, enquanto vamos mudando, colorindo, apagando, riscando e tentando criar uma paisagem que muitas vezes confusa encontra coerência em si.

Uma foto, um desenho, uma letra, uma frase, um sorriso e até um look do dia inspiram. Em roube como um artista aprendi que a gente é como se fosse um remix do que gostamos/admiramos mas com aquele nosso toque pessoal. Por isso precisamos tanto de inspiração.
Criar é viver. Inspiração move o mundo.

Pinterest, instagram, música, desfiles de alta costura, programas de tv, livros, filmes, seriados, blogs, revistas. Tudo pode ser fonte de inspiração, basta querer, basta olhar, basta estar aberto para absorver o que vai te mudar, te acrescentar.

Basta querer ser novo todo dia.

You Might Also Like...

No Comments

    Leave a Reply

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.