Chat Feminino
Saúde

[Diário da Dieta] – Sem Neurose

De um tempo pra cá eu tenho pensado muito sobre dieta, reeducação alimentar, força de vontade e porque eu quis emagrecer. Hoje eu vejo tantas meninas com um culto ao corpo perfeito, barriga negativa, “quero secar”, “vamos trincar”, tomando whey protein como se fosse água e mais um monte de coisas que eu vejo no instagram.
Eu comecei a emagrecer por vontade própria, depois de ver algumas fotos minhas com o rosto muito redondo e braços enormes. Eu me olhei no espelho e não gostei mais de mim. Não foi pessoa A ou B que disse que eu tinha que perder X quilos, inclusive minha mãe passou anos tentando com que eu emagrecesse e enquanto não partiu por mim, isso não aconteceu.
Eu cheguei em um ponto crítico, estava usando 46, com dificuldade enorme de encontrar roupas que coubessem, odiando meu rosto, meu corpo, meu cabelo, enfim, odiando a mim mesma. E a partir dai eu fui e busquei mudanças.
Faz tempo que eu to nessa? Faz! Eu demorei uma vida pra ganhar esse peso, não vai ser em pouco tempo que eu vou perder. Cada corpo tem um metabolismo diferente, tem gente que perde mais rápido e tem gente como eu, com metabolismo de tartaruga preguiçosa. As coisas aqui andam num ritmo mais lento, paciência.

Claro que eu me stresso, me aperreio, tenho preguiça de ir à academia, tenho os dias que quero comer um boi de tanta fome (#exagerada), mas ninguém disse que ia ser fácil, quem disse, tava mentindo viu!
Não acreditem nesse povo que fica: fraco é quem desiste, você não pode comer comida X ou Y e quem fica fazendo dieta com batata doce e frango, nenhum corpo sobrevive à só isso. Somos humanos, precisamos de carboidratos, proteínas, etc etc etc pra que a gente funcione direitinho e dieta que vai privar uma coisa ou outra pode fazer você emagrecer à curto prazo, mas não sejamos imediatistas, é melhor aprender a comer corretamente do que se privar de um monte de coisa, porque sendo bem sincera, comer é muito bom!
Durante esse tempo de reeducação eu mesma já escorreguei várias vezes, mas sou honesta e sincera em admitir, levantar e continuar a caminhada. Não vou me martirizar e me encher de culpa porque comi um chocolate ou porque passei dez dias viajando e enfiei o pé na jaca com força. Vou colocar meu rabinho entre as pernas, voltar pra academia e parar de comer besteira.
É tudo uma questão de consciência, sem neurose. Se a gente se preocupar mais em se reeducar do que ter barriga de tanquinho a gente ia ser bem mais feliz, pode ter certeza. ;)

Beijinhos

You Might Also Like...

2 Comments

  • Reply
    Dana
    9 de setembro de 2013 at 1:24 pm

    Confesso que tô meio neurótica desde que eu comecei atkins. Eu estava com 90kg e em menos de 6 meses de dieta tinha perdido 10. Aí eu deixei porque fazer exercícios e atkins não combina, então fui pra nutricionista que me passou uma dieta balanceada e cá estou eu me acabando em exercicios e comidas leves.
    Tento não jacar de jeito nenhum, mas sempre acontece né? Ai me acabo no aerobico pra queimar (me acabo mesmo de culpa, acordar super cedo num domingo pra morrer em cima da esteira :p).
    Mas tô me achando mega neurotica e o pessoal até fala que eu estou mais magra, mas tô naquele ponto que não consigo enxergar, sabe? Bem, vamos lá e boa sorte pra nós!

    • Reply
      Nary
      9 de setembro de 2013 at 2:52 pm

      Sei como é! Semana passada eu tva stressada com a academia, achando que não tava resolvendo, num sei que. Mas é um dia após o outro né!
      Vamo que vamos!

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.