Chat Feminino
Saúde

Dia Internacional do Doador de Sangue

Hoje é o Dia Internacional do Doador de Sangue e como o ChatFeminino sempre apoia essas causas, vim contar um pouquinho aqui sobre uma campanha bem bacana realizada pela Tastemade, o projeto VaiDoa! e o Indiretas do Bem, que se juntaram pra contar pra todo mundo como esse dia é importante!
O pessoal da Tastemade criou uma playlist com videos dos seus canais, falando sobre a doação, no VaiDoa você encontra informações sobre doação, curiosidades e tira dúvidas sobre o processo de doação e o indiretas do bem criou a missão #instadobem11, fotografe Vida e publique no instagram com a tag, tudo isso pra conscientizar e lembrar você que doar sangue não faz mal algum!
doe sangue
Doar sangue é um ato de amor e compaixão para com o próximo. A gente não vai ficar sem sangue se doar, nem mais fraco, nem sem qualquer nutriente que o nosso corpo precisa pra funcionar 100%, mas a gente pode estar salvando uma vida. Eu sou doadora e infelizmente estou sem poder doar no momento porque minha tatuagem recente não completou um ano ainda. Cada pessoa pode doar até três vezes ao ano, basta se dirigir a um Hemocentro, chegando lá você responde a um questionário e depois, é só doar. Lembrando que nem todo mundo pode doar. Olha só:

Condições básicas para doar sangue:

– Sentir-se bem, com saúde;
– Apresentar documento com foto, válido em todo território nacional;
– Ter entre 18 e 65 anos de idade;
– Ter peso acima de 50Kg.

Recomendações para o dia da doação:

– Nunca vá doar sangue em jejum;
– Faça um repouso mínimo de 6 horas na noite anterior a doação;
– Não ingerir bebidas alcoólicas nas 12 horas anteriores;
– Evitar fumar por pelo menos 2 horas antes da doação;
– Evitar alimentos gordurosos nas 3 horas antecedentes a doação;
– Interromper as atividades por 12 horas as pessoas que exercem profissões como: pilotar avião ou helicóptero, conduzir ônibus ou caminhões de grande porte, subir em andaimes e praticar pára-quedismo ou mergulho.

Quem não pode doar?

-Quem teve diagnóstico de hepatite após os 10 anos de idade;
– Mulheres grávidas ou amamentando;
-Pessoas que estão expostas a doenças transmissíveis pelo sangue como AIDS, hepatite, sífilis e doença de chagas;
– Usuários de drogas;
– Aqueles que tiveram relacionamento sexual com parceiro desconhecido ou eventual, sem uso de preservativos.
Para mais informações clique aqui

Vai, doa!

Beijinhos

You Might Also Like...

No Comments

    Leave a Reply

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.