Chat Feminino
Moda

A moda, a liberdade e as tendências

Eu gosto muito de moda, gosto de ver as tendências, os estilos, o que cada um representa e o que a gente pode imprimir e mostrar pro mundo usando roupa X ou Y. Sobretudo a moda tem a ver com uma palavrinha maravilhosa: LIBERDADE. Liberdade de vestir o que quiser, de por uma saia verde limão, uma blusa roxa, uma crocs com meia e se sentir bem assim pra sair na rua.
Mas a moda está fazendo o oposto disso, está nos aprisionando! Estamos virando todos reféns das tendências!
As revistas, os blogs, as it girls (já disse que odeio esse termo? pois é) ditam agora o que você pode ou não pode usar.
Esse veículos mencionados acima, que gritam aos quatro ventos que você é livre pra usar o que quiser, ditam com todas as palavras: não use mais sneaker, maxi colar está fora da tendência, mullet agora é brega.
GENTE, cadê a liberdade?
Cadê a individualidade? Cadê aquela máxima de: use o que te deixa feliz, use o que te deixa confortável, use o que te faz bem?
Se eu gosto de sneaker, ou de maxi colar, ou de mullet, ou de crocs eu não vou mais poder usar porque tem alguém dizendo que essas peças estão fora da tendência?!
Eu me tornarei alien se eu estiver fora da tendência?
O que eu vou fazer com as peças que comprei, jogar no lixo?
Agora eu tenho que renovar meu guarda roupa a cada mês porque as tendências correm na velocidade da luz e eu preciso estar sempre na moda?
Sabe o que eu acho de verdade?
Foda-se (se tiver alguma novinha lendo isso, DESCULPAí o palavrão mas foi inevitável) essa cagação de regra, essa incoerência toda de: seja livre na moda mas não use mais peça X porque ela está out.
Use o que você quiser, se você se sente bem isso é o que vale.

Concorda, discorda, to muito louca?
Bora discutir o assunto nos comentários!

You Might Also Like...

7 Comments

  • Reply
    Ericka Rocha
    21 de fevereiro de 2013 at 10:56 am

    Concordo MUITO! As tendências orientam nosso estilo pessoal e acabamos por consumir moda pela necessidade de consumir roupas, pelo fato de não ser socialmente aceitável sair pelado por aí, né? HUAHUAHUAHUAHAH… Mas a partir do momento que isso domina nossa vida, vira uma preocupação de estar sempre vestindo a última das últimas tendências ficamos neuróticos… E deixamos de ter aquela individualidade que nos faz ser quem somos! Num te graça nenhuma virar robô, andado igual a todas as outras pessoas… E, by the way, adoro mullet! =]

  • Reply
    Taby
    21 de fevereiro de 2013 at 11:53 am

    Concordo plenamente! Eu gosto de acompanhar moda e ver surgir coisas novas para usar. Mas eu pouco me importo com o que não é mais tendencia.
    Eu tenho meu estilo e cago pra moda se for algo que eu gosto.
    Por exemplo: amo caveiras, já usava muito antes de virar tendencia e quando passar vou continuar usando! É algo meu, coisa que me define, que eu prefiro. Eu adoro moda mas não sou vítima dela.

  • Reply
    Lec
    21 de fevereiro de 2013 at 2:40 pm

    Acho que tem muitas coisas mais envolvidas. Mas, o problema maior, na minha opinião, é que as pessoas julgam o que as outras usam para se mostrar “atuais, na moda, IN”. E ficam cuspindo no prato que comeram.
    Lógico que a gente sempre tem algo que se arrepende (cabelo do chitãozinho e xororó, por exemplo), mas era o seu jeito de expressar algo na época, então só aceita que os gostos podem mudar, mas nem por isso o gosto da sua vizinha vai mudar também.

  • Reply
    Rayana
    21 de fevereiro de 2013 at 8:55 pm

    Concordo.
    O que vejo é que nosso país ainda falta a moda evoluir em vários aspectos. Ainda não somos livres. Diferentemente das européias e asiáticas que usam a moda para imprimir seu estilo, sua presença, como forma de expressão. Por aqui, a moda ainda é para mostrar “que está na moda”, as brasileiras infelizmente ainda são um “cabide de tendências”. Não se vê estilo nas ruas, não se vê diversidade, exceto por algumas poucas pessoas e tribos, que injustamente são taxadas na maioria da vezes “fora de moda”.
    Aqui no nosso estado então, deve ser o maior exemplo. Vá para uma festa e TODAS estarão iguais, algumas raras vezes aparece alguém diferente. Salto + shortinho + camisa semi-transparente ou t-shirt + maxi colar, pronto, o look tá pronto, sem esquecer o detalhe mais importante: mechas ou californianas.

  • Reply
    Vale o Clique #7 | Operação Casório
    23 de fevereiro de 2013 at 8:53 am

    […] ao Mundo. Decoração:  Pequeno Grande Apartamento Decorado: que conforto, que leveza! Moda:  A moda, a liberdade e as tendências. Compartilhe:EmailFacebookTwitterGoogle +1Imprimir This entry was posted in Vale o Clique and […]

  • Reply
    Rebeca
    24 de fevereiro de 2013 at 10:24 pm

    Ninguém dita nada. Faz parte do trabalho de quem escreve pra essa área divulgar o que é tendência, mas engole quem quer.

    Pessoalmente, acho feio tênis com salto e roupa mullet. Todos os blogs de moda que frequento já postaram muito sobre essas coisas, mas eu não vou deixar de achar feio e comprar porque estão dizendo que é bonito, certo?

    Acho estranho as pessoa engolirem tudo que dizem que é bonito e tendência e depois reclamar quando as mesmas pessoas dizem que é feio e que não se usa mais.

  • Reply
    Top5: Dicas de estilo da editora chefe da Glamour América, Cindi Leive! - Bramare
    11 de março de 2013 at 10:25 am

    […] Nota da Bia: Aliás, nessa linha do ‘siga sempre seu estilo’ vai aqui o link de um post curto mais MUITO BACANA da Nary do Chat Feminino! […]

Leave a Reply