relacionamento Archives | Chat Feminino
Navegar por Tag

relacionamento

Comportamento

Aprendendo a superar o boy lixo com a Dua Lipa

Vocês conhecem a Dua Lipa? A cantora inglesa tá bombando com duas músicas que você pode ter ouvido e não sabe que é dela: New Rules e Blow Your Mind. Ambas tocam muito no meu spotify e hoje pela primeira vez fui prestar atenção na letra de New Rules e foi ela que motivou esse post de hoje. Ela ensina você a se livrar daquele boy lixo que não te ama mas que vive atrás de você quando tá carente.
Dua Lipa New Rules

Vamos ao passo a passo? 

Dá o play no vídeo e VEM COMIGO!

1 – Não atenda a ligação dele

Boy lixo que só liga quando está bebado não te merece miga, você vale mais que isso. ;) Se alguém só te procura naquela hora da carência ou quando os níveis de álcool já ultrapassaram o normal, corre que é uma cilada!

2 – Não deixe ele entrar

Deixa o boy lixo entrar na sua casa, e na sua vida, só vai fazer você sofrer mais e ter que expulsá-lo novamente, porque no fundo você sabe que ele não vale nada não é mesmo? Se poupe dessa sofrimento dobrado e deixa ele bem longe de você.

Procura tuas amigas e vai pra balada, vai tomar um café, vai pro cinema, dar um rolé no shopping, se ocupa! Ocupar a mente com outras coisas é uma coisa bem interessante a fazer. ;)

3 – Não seja amiga dele

De acordo com Dua Lipa, e eu concordo, você sabe que se for amiga dele, vai acordar de manhã na cama dele. E isso minha amiga, dá uma dor de cabeça danada!

Anote os três mantras, repita até aprender a deixar fora da sua vida aquele boy que só te deixa pra baixo, só te desvaloriza e só te procurando quando você é a última opção. Você vai superar esse moço. ;)

Uma dica ótima é aprender a letra de New Rules e ficar cantando-a sem parar. rs

 

Beijinhos!

Siga nossas Redes Sociais ⇒ Instagram  Twitter | Facebook

Comportamento

Para ser dois, a gente precisa saber ser um

A gente ‘aprende’ muita coisa sobre relacionamento com a mídia. São novelas, filmes, propagandas, músicas, revistas, blogs e outros meios de comunicação, nos ensinando como amar e que precisamos ter alguém na vida para nos tornarmos completos. Uma das grandes responsáveis pela fantasia de um príncipe encantado é a Disney, que imprime a ideia de que o final feliz só chega com o príncipe (e o cavalo branco, de preferência).

Ouvimos, vemos e lemos a todo tempo que precisamos da meia furada, da tampa da panela, a metade da laranja, ou qualquer metáfora que caiba aqui.

A projeção de felicidade no outro nos transforma em carentes e nos faz colocar a ‘culpa’ dos relacionamentos falidos no outro. Não deu certo porque o outro era assim, não deu certo porque o outro era assado. Não deu certo porque ele(a) não mudou. Quem nunca pensou/ouviu/falou isso alguma vez na vida?

relacionamento

Foto: Shutterstock

 

Existe também a leva das pessoas que se lamenta e culpa a infelicidade de suas vidas porque não tem ninguém. Que senta e espera que outra pessoa chegue para trazer felicidade. A necessidade intrínseca de ter alguém, de procurar completude, transforma o ser humano em um carente de afeto e carinho. Alguém que é incapaz de sentir felicidade por suas conquistas e que aposta toda a felicidade apenas naquela vida a dois.

A cada relação frustrada o sentimento de impotência e infelicidade toma conta das pessoas que acreditam piamente que um relacionamento amoroso vai salvar a sua vida. Que sim, tem alguém que vai ser aquela metade que faltava para os dias serem coloridos.

A teoria de: ‘preciso de alguém que me complete’ é a mais furada do universo.

Alguém que não aprende a se amar primeiro, não vai ser 100% aberto para amar o outro. Alguém que não se conheça, não se entenda, não resolva suas questões pessoais, não vai conseguir ser dois.

Nenhum relacionamento é perfeito, não existe conto de fadas, nem príncipe encantado e cavalo branco custa caro para ter e manter viu? Ninguém encontra felicidade no outro, a felicidade está em você primeiro. Seja você primeiro completo, se ame primeiro e mais que tudo. Aprenda a entender seus defeitos e suas qualidades, encontre o seu lado bom, encontre a sua felicidade.

Muitas vezes a gente procura, endoida, se desespera por um relacionamento amoroso, achando que está faltando algum pedaço da nossa vida quando estamos solteiros, mas muitas vezes o pedaço que está faltando é dentro de nós.

Para ser dois, a gente precisa ser um.

E quando o amor chega, ele não completa não, ele esborrota, transborda e é lindo. :)

Beijinhos!

Cinema

Ele não está tão a fim de você

Ei, você aí, querida leitora.

Tenho quase certeza de que, neste momento, você está parada, na frente do computador, ao lado do telefone e com o celular na mão. E-mail, scrap no orkut, torpedo… uma ligação pelo amor de Deus!

Você realmente gosta deste cara, mas não consegue saber se ele gosta de você. Você começa a imaginar por que ele ainda não ligou… sei lá, ele pode não ter tido tempo, ele pode ser um cara muito ocupado… uma viagem a trabalho! Ou então… ah, você passou o número errado? Droga! Não, não pode ser… o número estava certo… então… ah, o celular dele só pode ter caído na privada! É isso…

Miga, pare de se enganar. Existe uma explicação muito mais simples: ele não está afim de você.

E como eu descobri isso? Simples, indo ao cinema! Se ele não ligou, scrapeou, torpedeou ou mandou sinal de fumaça, pode ser que… ele não esteja tão a fim de você!

A dica que fica aqui para vocês hoje é de um filme que está em cartaz nos melhores cinemas de todo o Brasil: Ele não estã tão a fim de você.

Esta é a lição que Gigi vai aprender. Romântica incorrigível, ela sai com Conor, que simplesmente não liga no dia seguinte. Quando ela vai à casa do bonitão, conhece Alex, amigo de Conor e que tem uma visão muito clara sobre o mundo, empenhando-se em mostrar a verdade para Gigi numa viagem ao complicado mundo da mente dos homens.
Enquanto Gigi enfrenta a fatídica realidade, outras histórias se desenrolam e interagem umas com as outras: Conor, aquele com quem Gigi saiu, namora Anna que, casualmente, conhece Ben num supermercado e escancara o interesse pelo charmoso executivo.
Ben é recém casado, com Janine, que desconfia que ele ainda anda fumando… Gigi e Janine tem uma chefe, chamada Beth, que mora com o namorado há 7 anos e aguarda ansiosamente um pedido de casamento de Neil, que é amigo de Ben, que está interessado em Anna,  que tem uma amiga chamada Mary, viciada em comunicação e relacionamentos virtuais, que faz marketing da imobiliária de Conor, que saiu com Gigi e nunca ligou.
Uau! Pano pra manga hein mulherada?! Uma das comédias românticas mai engraçadas, deliciosas e awwnnnnnnnnnn que eu já vi na vida! Mais que recomendado!
Corra para o cinema, sem esquecer da pipoca, claro!
Ele não está tão a fim de você (He’s just not that into you, 2009)

Ele não está tão a fim de você

 Direção: Ken Kwapis
Roteiro: Liz Tuccillo (livro), Greg Behrendt (livro), Marc Silverstein (roteiro), Abby Kohn (roteiro)
Gênero: Comédia/Drama/Romance
Origem: Alemanha/Estados Unidos/Holanda
Duração: 129 minutos
Elenco: Scarlet Johansson, Jennifer Aniston, Drew Barrymore, Jennifer Connely, Ginnifer Goodwin, Justin Long, Ben Affleck, Kevin Connoly, Bradley Cooper
Sinopse:  Romântica incorrigível, GiGi sai com Connor, que simplesmente não liga no dia seguinte. Quando ela vai à casa do bonitão, conhece Alex, colega de quarto de Connor e que tem uma visão muito clara sobre o mundo, empenhando-se em mostrar a verdade para GiGi numa viagem ao complicado mundo da mente dos homens. E esta história promete ficar ainda mais complicada: Connor está namorando uma cantora chamada Anna, mas ela gosta mais de Ben, que é casado com Janine…que trabalha com GiGi!