reeducação alimentar Archives | Chat Feminino
Navegar por Tag

reeducação alimentar

Saúde

Suplementos naturais para sua saúde

Eu já falei de reeducação alimentar aqui no blog e da importância de se alimentar direito, praticar exercícios físicos regularmente e beber muita água, pra ajudar nosso organismo. Mas uma coisa que eu nunca tinha falado é de aliar todas essas práticas à ingestão de suplementos naturais pra ajudar na nossa saúde.

Foto: Shutterstock

Muita gente tem um certo preconceito com os suplementos, eles acabam sendo marginalizados por uma galera que acha que todo suplemento é bomba ou que fazem mal ao corpo. Mas, os suplementos naturais, sendo prescritos por um profissional de sua confiança, podem te ajudar sim.  Eu já suplementei com alguns produtos, todos aprovados pela minha nutricionista.

Hoje, encontramos uma vasta gama de produtos no mercado, com nomes complicados, e que atuam em várias frentes diferentes, seja pra auxiliar no crescimento dos cabelos, fortalecimento das unhas, melhorar o aspecto da pele repondo colágeno, auxiliar pessoas a dormir, enfim, o universo é enorme!

Como os nomes são complicados e nem sempre a gente sabe o que cada um faz, trouxe um mini dicionário pra te ajudar:

Isoflavonas de soja: As isoflavonas são elementos químicos chamados fitoestrogênios que podem ser encontrados em grãos como a soja, por exemplo. Eles são chamados desta forma, pois se assemelham com o hormônio estrogênio, presente em maior concentração no corpo feminino. Dentre seus principais benefícios à saúde, elas são capazes de diminuir os sintomas da TPM e da menopausa.

Garra do Diabo:  A Harpagophytum procumbens, mais conhecida como garra do diabo, é uma planta de origem africana que era utilizada pelos indígenas para tratamento da artrite, osteoartrite, além de ter ação analgésica, anti-inflamatória e antirreumática. Além disso, a garra do diabo garante o aumento das defesas no organismo, baixa o colesterol, desintoxica o fígado e melhora as funções hepáticas do corpo.

Biotina – É uma das vitaminas do Complexo B, também conhecida como vitamina B7 ou H. Ela é hidrossolúvel (absorvida pelo intestino e levada aos tecidos através da circulação) e precisa ser reposta diariamente porque o corpo não pode armazená-la – o excesso é eliminado pela urina. Os benefícios da biotina são vários, entre eles:

  • Regula os níveis de açúcar no sangue;
  • Mantém a saúde da pele e dos cabelos;
  • Melhora o metabolismo.

Ômega 3: O ômega-3 é um tipo de gordura poli-insaturada, muito benéfica ao organismo. É essencial, ou seja, o corpo não consegue produzi-la, devendo ser obtida por meio da alimentação ou de suplementos especializados. Entre os benefícios encontramos:

  • Tem ação anti-inflamatória;
  • Fortalece o sistema imunológico;
  • Contribui para uma pele saudável;
  • Auxilia no controle da pressão arterial.

Lembrando sempre, não comece a tomar suplemento sem consultar um endocrinologista e um nutricionista de sua confiança.

Beijinhos!

Me siga nas redes sociais ⇒ Instagram  Twitter | Facebook

dieta

[Diário da Dieta] – Porque eu não tomo mais Herbalife

Em 2012 eu escrevi um post aqui no blog que me rende comentários até hoje. Nele eu comentei que havia começado a tomar Herbalife e hoje eu vim colocar uma pedra em cima do assunto: eu não tomo (mais) Herbalife.

Na verdade já deixei de tomar há anos! Se você me acompanha regularmente aqui ou no instagram vai perceber que nos últimos oito meses emagreci 12kg e mudei completamente de hábitos, faço exercícios físicos regularmente e cortei vários alimentos da minha dieta (embutidos, por exemplo) e vivo uma vida bem mais saudável. 

Alimentação saudável

Algumas das minhas refeições. Todas as fotos estão no instagram @chatfeminino

Acredito que nenhuma alimentação deve ser feita apenas de shake e desde que tomei e relatei no post antigo mencionei que era contra tomar somente o shake como refeição, sem fazer uma atividade física e mudar hábitos alimentares.

Continuo com esse pensamento de que a mudança deve ocorrer de dentro pra fora e ela é feita lentamente.  

Não adianta se matar na academia sem fazer uma reeducação alimentar. Não adianta fazer a reeducação sem alguma atividade física complementar. Não adianta passar a semana comendo regrado e durante o fim de semana chutar o pau da barraca em todas as refeições. Não adianta tomar shake sem se alimentar direito. 

Defendo aqui que comida de dieta não é comida ruim e é super fácil de fazer! Eu mesma preparo minhas refeições e todas são sempre muito saborosas e nutritivas, tudo acompanhado, claro, por uma nutricionista, que sabe exatamente aquilo que o meu corpo precisa para funcionar direitinho.  

Já deixei várias receitas saudáveis aqui no blog que são bem simples de fazer, olha só: 

Pretendo cada vez mais postar receitinhas por aqui. Acompanha o instagram aqui do blog que de vez em quando posto minhas refeições e a receita já vai no post lá mesmo ;) 

E lembre-se, comida num é pra ser pózinho não gente, bora comer uma comidinha de verdade, seu corpo agradece! ;) 

 

Saúde

O que eu aprendi com a reeducação alimentar (até agora)

Eu tento muito não ser monotemática e falar somente sobre a minha reeducação alimentar por aqui, mas o desafio que eu estava participando terminou (tinha um blog pra falar só sobre isso), então o conteúdo vem pra cá. Esse blog reflete muito da minha vida e a RA é grande parte dela, nada mais justo que conteúdo aqui que fale sobre isso né?

O que eu aprendi com a reeducação alimentar

Foto: Shutterstock

 

Já adianto que não estou aqui pra catequizar ninguém, nem julgar ninguém. Cada um é dono de suas escolhas e faz o que quiser da vida. Tá feliz e quer continuar tomando coca cola todo dia? Vai lá amiga. Quer comer salada? Come. Quer dormir o dia inteiro? Dorme. Só não pode reclamar das consequência depois. Esse foi um dos maiores aprendizados que tive nesses sete meses de “dieta”: somos responsáveis e devemos arcar com as consequências das nossas escolhas. Não adianta reclamar que está acima do peso sem fazer nada pra mudar isso. 

Dar o primeiro passo não é fácil, é doloroso e muitas vezes um choque. Seu corpo sente falta do que estava acostumado a comer e desencadeia reações que podem se refletir no seu comportamento. Eu particularmente fiquei mais stressada ainda e confesso, chorei sim por causa de comida. Pode parecer bobo, mas foi a forma que encontrei pra aliviar todas as tensões. Mas não se desespere, depois de um tempo o seu corpo acostuma com a nova rotina. 

Depois que você dá o primeiro passo e continua naquilo ali, isso começa a fazer parte de você. São escolhas que começam a acontecer naturalmente, basta você buscar e encontrar o seu ponto de equilíbrio. Se eu sei que tenho uma festa de aniversário durante a semana, não vou exagerar no final de semana, amo bolo de aniversário e não me privo mais dele. Não como uma mega fatia, mas um pedaço módico me satisfaz. 

Aprendi a hora certa de parar de comer. Eu sempre fui muito gulosa e comia mais do que aguentava e com a reeducação eu percebi que isso só me fazia mal, então perceber quando eu estava cheia foi um grande avanço. Saber a hora de parar é muito importante. 

Aprendi que cada pessoa é uma, cada corpo funciona de uma forma e que a gente deve respeitar os nossos limites e caminhar de acordo com o nosso metabolismo. Não adianta forçar nem se desesperar, tem que aceitar e trabalhar pra melhorar o que precisa ser melhorado. Eu me frustrei várias vezes com o pouco de quilos perdidos no final de cada mês, mas depois aprendi e percebi que o meu metabolismo é muito lento e isso em conjunto com as minhas inúmeras lesões (que me impedem de fazer atividades físicas de alto impacto) fazem com que eu emagreça mais devagar. Paciência. A estrada vai ser mais longa pra mim, tenho que saber lidar com isso sem endoidar. 

Ainda não emagreci tudo que quero (e preciso), mas to bem feliz com os 12kg eliminados desde o começo do meu processo e pretendo continuar emagrecendo de forma saudável, como deve ser. :) 

 

 

Vou continuar postando aqui no blog sobre a reeducação alimentar. Vai rolar uma mudança no plano alimentar e conto aqui quando ele chegar.