cuidados Archives | Chat Feminino
Navegar por Tag

cuidados

Cabelos

O que é pré poo e como fazer

Vocês já ouviram a frase que shampoo resseca o cabelo? Ou já sentiram o cabelo mais fragilizado depois de lavar com um shampoo mais abrasivo? No post de hoje vou ensinar uma técnica que vai ajudar a diminuir esse ressecamento e proteger os seus fios, ela se chama pré poo e nesse post vou explicar tudinho pra você proteger o seus fios. ;)

Pré Poo significa antes do shampoo e é uma técnica muito utilizada pelas gringas, mas que cada vez mais se populariza pelo Brasil e ah, é baratinha de fazer tá? Então não se aperreie que você não vai gastar tubos de dinheiro pra ter os cabelinhos sempre lindos.

Pré Poo: O que é e como fazer

Foto: Shutterstock

O que é Pré Poo

Como eu falei ali em cima, Pré Poo é uma técnica desenvolvida para proteger os fios do seu cabelo contra o ressecamento que o shampoo pode trazer, mesmo que você seja adepta do Low Poo (expliquei o que é aqui), o ressecamento pode ocorrer. Agentes externos como chuva, poluição, secador, chapinha e até as lavagens vão tirando os nutrientes do seu fio e o Pré Poo vai proteger o seu cabelo da raiz às pontas, na lavagem.

A técnica em si consiste em passar creme, óleo ou máscara no cabelo, para proteger os fios antes da lavagem e deixá-los bem lindos. ;) O tempo de duração da técnica vai depender de quanto tempo disponível você tem pra fazer isso, às vezes eu demoro mais tempo com o produto agindo, às vezes não. Mas todas são bem eficazes. Vem comigo!

Pré Poo com óleo vegetal

O Pré Poo com óleo vegetal é a nossa querida umectação, que consiste em aplicar óleo vegetal (tem que ser óleo vegetal hein gente!) nos cabelos por 15 minutos antes do banho. Pode passar na raiz também gente e pras meninas que querem que o cabelo cresça, dizem que massagear o couro cabeludo com óleo é bom para o crescimento capilar. Pode fazer umectação noturna, deixando o óleo por 6 horas no cabelo? Pode sim, mas não pode passar de oito horas, para que o óleo não entupa os folículos capilares. ;)

Para tirar, quando você deixa 15 minutos, o shampoo é suficiente. Caso você faça a umectação noturna o melhor método é o UCPE: Umectar, Condicionar, Pausar e Enxaguar. Você passa um condicionador nos cabelos, por cima do óleo, deixa 20 minutos e depois enxagua e lava o cabelo normalmente.

Os óleos mais usados para o Pré Poo são o óleo de coco e óleo de rícino.

 

Pré Poo com Mel

Você não leu errado, é com mel mesmo! Esse eu nunca fiz mas já vi relatos de que funciona. Eu confesso que tenho nojinho, mas se você quiser fazer é só passar o mel pelos cabelos, deixar uns 10 minutos e lavar.

Pra facilitar na aplicação basta misturar o mel com um pouco de azeite de oliva, esquentar por 15 segundos no microondas e aplicar, cuidado com o calor pra não queimar suas mãos. ;)

Pré Poo com Cremes / Máscaras

Nesse tipo aqui você pode usar aqueles cremes que vem em potões e são mais baratinhos sabe? Ou os multifuncionais como o Yamasterol ou o Tudo de Bom. Com os cabelos secos, aplique uma quantidade generosa de creme nos cabelos, enluve bem direitinho, deixe agir por 10 minutos e vá pro banho. ;) Eu gosto de usar também o condicionador Suave, como mostrei no instagram:

Pré Poo e Cronograma Capilar 

Aí você me pergunta, em qual etapa do cronograma capilar entra o Pré Poo e eu posso fazer as duas técnicas ao mesmo tempo? O Pré Poo é um tratamento antes da lavagem, então claro que pode ser feito junto com o cronograma e antes de qualquer etapa. ;)

E ah, todos os tipos de cabelo podem fazer o Pré Poo e quem não faz Low Poo também pode tá?

Beijinhos!

Siga nossas Redes Sociais ⇒ Instagram  Twitter | Facebook |

 

O que é pré poo e como fazer
Cabelos

Hidratação com glicerina para os cabelos

Quem nunca fez uma receitinha caseira pra melhorar o aspecto da pele ou do cabelo né? Essas belezinhas ajudam demais a manter a rotina de beleza em dia e o melhor, são super baratinhas. Hoje vim ensinar a fazer hidratação com glicerina nos cabelos pra você dar tchauzinho pro ressecamento dos fios e ficar sempre bela!

Hidratação com glicerina contra o ressecamento capilar

O que é glicerina?

Vamos lá, glicerina é um subproduto obtido a partir da fabricação do sabão. É um composto químico umectante, ou seja, absorve a água do ambiente que está, por isso é boa para hidratação, porque ela vai levar água para o seu cabelo. Ela pode ser de origem animal ou vegetal. Se você comprar glicerina bi-destilada, saiba que ela é de origem animal tá?

Liberada para as técnicas de No Poo e Low Poo.

Glicerina – Cuidados

Como falei acima, a glicerina é umectante, tirando a água do ambiente, ou seja, extrai a umidade. Se você mora em um local úmido ela vai extrair a água do ambiente para o seu cabelo, mas se você mora em local seco o efeito vai ser ao contrário, então, tome cuidado tá? ;)
Se o seu cabelo está poroso, o excesso de água pode prejudicar os fios, portanto, certifique-se sempre de que seus fios estão precisando de hidratação.

Leia mais: O que é cronograma capilar

Benefícios da glicerina

Mas claro, se eu to aqui escrevendo sobre essa belezinha, significa que a glicerina traz altas coisas positivas para o seu cabelo não é?! É sim!

Ela diminui o frizz, retém a umidade dos cabelos tornando-os mais fortes e para as cacheadas ele mantém o cacho firme por mais tempo. Sucesso garantido hein?!

Hidratação com glicerina – Receitas!

Agora vamos as receitinhas, trago duas hoje!

Receita 1

hidratação com glicerina

Essa é a que eu geralmente faço. Misturo num potinho um pouco do meu creme de hidratação (to usando esse aqui da salon line), um pouco da glicerina e bepantol (qualquer d-pantenol serve tá?).

Deixe agir de 3 a 5 minutos no cabelo, enxague e finalize como de costume.

Chamo de hidratação turbinada porque a bicha deixa os fios incríveis viu! Deixo sempre o tempo no cabelo que a própria máscara de hidratação indica tá?

Veja também: Cronograma Capilar – Máscaras para hidratação

Receita 2

Misture uma colher de sopa de glicerina com um copo de água, passe nos cabelos (couro cabeludo e comprimento) e deixe durante 20 minutos. Enxague e finalize como de costume.

;)

Olha como meu cabelo ficou depois da hidratação turbinada:

Resultado da hidratação de hoje: cabelinho maciooooo e mega brilhoso! #amomeucabelo

Uma publicação compartilhada por Chat Feminino | Nary Leandro (@chatfeminino) em


To cheia de receitinhas aqui pra testar e compartilhar com vocês.

Beijinhos!

Siga nossas Redes Sociais ⇒ Instagram  Twitter | Facebook |

 

Foto: Shutterstock

Hidratação com glicerina para cabelos ressecados
Cabelos

10 erros que você pode estar cometendo ao lavar os cabelos

Não adianta querer um cabelão bonito e arrumado se a rotina é entrar no banho, tacar shampoo e condicionador, enxaguar e secar. Como qualquer coisa nessa vida, é preciso se dedicar um pouquinho para que algo saia como a gente quer. E assim é o cuidado com os fios dentro e fora do box.

A gente não está propondo que você gaste horrores de dinheiro, de tempo e ficando neurótica com o que pode e o que não pode fazer, mas detalhes super simples incorporados ao seu dia a dia já fazem uma enorme diferença. Tipo: será que você não comete alguns desses errinhos aí embaixo? Se sim, eles podem ser o motivo pelo qual os seus fios não se comportam como você gostaria. Que tal prestar atenção?

Erros ao lavar o cabelo

1- Água muito quente ou muito gelada

A gente sabe que água quente faz mal para os fios do cabelo, mas teimamos, não é? A água quente deixa os fios mais sensíveis e com as cutículas super abertas. Além disso, desregula o funcionamento das glândulas responsáveis por liberar a oleosidade natural. O resultado são fios ásperos, sem movimento, ressecados com tendência a quebra e oleosos. No entanto, não acredite que desligar completamente a água quente irá lhe dar o fio dos deuses. A água extremamente gelada não deixa que as cutículas se abram para receber o tratamento.

Então a dica é moderação: se você não abre mão de um banho quentinho, deixe a água morna para a lavagem e esfrie um ainda mais depois do uso do condicionador para ajudar a fechar bem as cutículas dilatadas. Nem 8, nem 80.

2- Usar produtos não apropriados para o seu tipo de cabelo

Comprar qualquer produto certamente não irá fazer bem aos seus fios. Parece besteira, mas tem gente que não presta atenção e compra pelo cheiro ou porque a amiga recomendou. Mas pense bem: se você tem um cabelo oleoso e está usando um shampoo para cabelos mistos ou secos, certamente a sua oleosidade excessiva não está sendo sanada. Assim como cabelos secos que são tratados com produtos para fios mistos, por exemplo.

E não estamos falando apenas de linhas voltadas para secos ou oleosos etc. Cabelos lisos correm o risco de quebrar com mais facilidade e sentem mais se usarmos produtos em excesso, os cacheados e crespos tem maior tendência ao ressecamento, os alisados quimicamente são super sensíveis. Saber a necessidade do cabelo é o pulo do gato. Para isso, basta prestar um pouco atenção. Adotar um cronograma capilar te ajudará bastante a não esquecer o básico.

3- Ordem dos produtos

Shampoo, condicionador, tratamento, correto? ERRADO! Para você nunca mais errar na ordem pense que o shampoo abre suas cutículas e retira toda a impureza do dia a dia, o tratamento vai penetrar no fio com as cutículas abertas e absorver todo o benefício da máscara e o condicionador vai selar essas cutículas mantendo o tratamento absorvido pelo cabelo. ;)

4- Passar shampoo no comprimento

Cabelo é célula morta então por que passar shampoo no comprimento e pontas? Ainda mais se os fios sofrerem de ressecamento, falta de brilho e pontas duplas? Shampoo no couro cabeludo apenas, amiga! E não adianta tacar lá, esfregar e pronto. Massageie para que o shampoo possa retirar todas as impurezas sem agredir o couro cabeludo e leve a espuma formada delicadamente para o restante do cabelo – também sem esfregar. Retire todo o produto antes de passar para a próxima etapa. Lembrando que: para cabelos com tendência ao ressecamento o ideal é que seja feito o uso de shampoo sem sulfatos. Se você faz uso de shampoo com sulfato, não precisa se desesperar. Dilua o produto com um pouco de água antes da aplicação para minimizar o efeito do detergente.

5- Colocar as mãos direto no pote de máscaras

Você já tomou cuidado com a temperatura da água, comprou os produtos certos e passou o shampoo apenas na raiz, aí mete a mão no pote da sua máscara preferida. Péééé! Errado! Você sabia que o nosso suor e as bactérias presentes nas nossas mãos podem mudar a estrutura e pH de um produto? Dependendo do caso, o creme pode até oxidar e logicamente perder todo o seu efeito. Você já reparou que alguns cremes para o rosto vem já com uma mini-espátula? Então, o raciocínio é o mesmo para produtos de cabelo. Para a retirada do creme do potinho, o ideal é usar uma espátula ou até mesmo o cabo do seu pente. Ah, colheres de metal também são proibidas!

6- Condicionador na raiz

Grave aí: shampoo para a raiz, condicionador para comprimento e pontas. Usar condicionador no couro cabeludo pode deixar ele ainda mais oleoso e provocar descamação (alô caspas!). Se você possui cabelo oleoso, nem pensar né?

7- Esfregar o couro cabeludo

“Você responde bem quando alguém te aborda sacudindo?”. Eu ouvi isso de uma dermatologista sobre como a gente costuma agredir nosso couro cabeludo na hora do banho. Esfregar o shampoo com força ou até passar  unha na aplicação do shampoo pode machucar o couro cabeludo aumentando a produção de óleos. Movimentos circulares e suaves sempre, como uma massagem mesmo. Se mime!

8- Deixar resíduos

Sei que às vezes a gente está com pressa e não presta atenção nesses detalhes, mas você já reparou se retira bem um produto antes de aplicar outro nos seus fios? O acúmulo de resíduos pode deixar o cabelo opaco, sem vida, frágil (principalmente as pontas) e, claro, pode não permitir a entrada adequada de todos os óleos, águas e hidratantes que os produtos oferecem. Sabe aquela conversa de que o “cabelo se acostumou com alguns produtos”? Então, vem exatamente desse acúmulo. Os fios passam simplesmente a não responder mais aos cremes que você utiliza. Por isso se fala tanto no uso de shampoos antirresíduos a cada duas ou três semanas.

9- Esfregar a toalha nos fios

Confesso que essa é uma dica que até minha avó falava, mas a pressa é inimiga da perfeição, né? Acabou o banho, você tem que se arrumar, passa a toalha rapidinho e pronto. Pééé de novo. Errado! Esfregar a toalha e torcer os fios só deixa o cabelo mais fragilizado. O ideal é dar leves apertadinhas, sem esfregar, levantando a toalha entre um pedaço e outro do cabelo. Para as cacheadas/crespas que tem pavor de frizz, esqueça a toalha felpudinha. Use uma camiseta de algodão ou toalha de microfibra para secar os fios.

10- Dormir de cabelo molhado

Essa a gente sabe desde criança, né? Nossas mães e avós usavam o velho argumento de pegar uma gripe, mas depois de ler todo esse texto você deve ter percebido que os problemas de dormir com os fios molhados pode ir além. Molhados os fios estão no máximo da sua elasticidade então movimentos bruscos podem fazê-los se romper. Além disso, o contato abafado dos fios com o travesseiro ajuda a proliferar doenças alérgicas e seborreia, a famosa caspa. O cabelo demora 8 horas para secar por completo (incluindo o couro cabeludo) então dê preferência para a lavagem de manhã. Se não for possível e você tiver que lavá-lo à noite, inclua um protetor térmico na sua finalização e parta para o secador/difusor.

 

Fez ou faz algum desses errinhos? Que tal repará-los para ter sempre os fios saudáveis?!

10 erros que você poder estar cometendo ao lavar os cabelos