autocuidado Archives | Chat Feminino
Navegar por Tag

autocuidado

Comportamento

Um 2018 se cuidando mais

Você se recorda quando começou a se cuidar mais? Muitas vezes o hábito vem influenciado por alguém de dentro da sua casa. De uma mãe, de uma irmã, tia, até de uma amiga. Às vezes vem desde a infância. Noutras você adquire e sente necessidade quando entra para a adolescência.

Nunca me senti pertencente a nenhum desses mundos. Lembro de poucas rotinas de beleza da minha mãe. Quase nenhuma. Sou filha única, com uma tia que mora longe e sempre me dei melhor com amigos homens. As poucas amigas mulheres que eu tive na adolescência confesso também não reparava se elas se vestiam de cuidados. A verdade é que minha turma sempre foi muito moleca. Sempre fomos a “sala dos nerds”. A dos belos era outra. Tive um namoro em particular que agravou ainda mais meu relacionamento com o espelho e a coisa aliviou um pouco 10 anos depois ao encontrar meu marido.

autocuidado

 

Minha mãe faleceu quando eu tinha 16. Em seguida entrei para a faculdade de jornalismo, logo depois consegui meu primeiro trabalho de repórter. Em uma profissão vaidosa como a minha, eu preferia os bastidores. Vivi na produção de tudo o que apareceu pra mim de oportunidade: TV, rádio e agora website. Sempre na interna. Aparecer pra mim seja na TV ou gravando vídeos para o site vem com um misto de nervosismo e bloqueio. Eu travo real. A garganta seca. Sofro. Choro entala na garganta. Às vezes uma micro crise de pânico quer surgir. Não que eu não seja capaz de lidar com entrevistas de artistas grandes, mas eu não sou capaz de lidar com minha imagem. Difícil escrever isso, mas é a verdade.

E imagem é uma coisa tão pessoal, né? O que você vê é diferente do que o outro enxerga em ti.

Em um ano que mais se falou sobre empoderamento, aceitação, liberdade de ser você mesma e a beleza de sermos únicos, ainda é difícil olhar pra dentro por mais libertador que o sentimento possa parecer. Li muito sobre autoestima e até sigo perfis que debatem o tema e o quão estamos presos na famosa pressão dos rótulos, mas assim como eu será que você colocou em prática o leu? Ouviu? Curtiu e compartilhou?

Pergunto porque venho me questionando isso nas últimas semanas. A gente enaltece a fala de quem se ama acima de qualquer imposição estética, mas acorda e dorme insatisfeita com algo que pode incomodar apenas a gente mesmo. Aplaudimos o papo de sermos donas das nossas escolhas e pedimos respeito a isso, mas certeza que pelo menos uma dessas escolhas foi tomada em razão do olhar do outro (mesmo que inconsciente). Ando pensando demais nisso. Talvez por ter passado a me ver pelo olhar sem cobranca do meu filho. É impressionante como o olhar singelo da criança, sem julgamentos pode te fazer olhar pra si de outra forma. Talvez da forma que eu mereço me ver todos os dias, mas por bloqueio ainda não acontece.

Minha “rotina” de auto cuidado vem e vai em ciclos e no momento, após o primeiro ano do meu filho sem saber lidar com tudo o que a maternidade te apresenta, estou no alto da curva. Estou com planos de perder os 15kg que me deixei ganhar comendo mal nos últimos dois anos, de voltar a me alimentar bem, com cremes na pia do banheiro para manter uma rotina antes de dormir e planos pra voltar a malhar – coisa que amo, mas que meu corpo vem batalhando contra mim. Sei que “é só” questão de rotina. De começar.

Esse “é só” pode parecer de difícil entendimento para alguns e mesmo após eu ter perdido 22kg para meu casamento (com 14kg recuperados) não é fácil pra eu entender que o aprendizado daquele período não conseguiu superar os problemas de imagem. Em 2018 o que eu quero pra mim e para você, é que a imagem mais doce que sua família e a amigos tem de ti se reflita no seu espelho e que você a veja. Se enxergue de verdade.

Eu e Nary vamos manter esse pensamento como um compromisso aqui no Chat Feminino e você vai poder acompanhar tudo conosco. Quem sabe juntas, nós aqui e vocês aí, não consigamos mudar ou dar início a uma transformação em conjunto?

 

Foto: Shutterstock