Chat Feminino
Culinária Eventos

Stella Artois – World Draught Master

No começo da semana passada recebi o convite pelo @chatfeminino para aprender uma coisa que normalmente não prestamos muita atenção ou que possa ser considerado mais de garoto.
Obviamente por curtir novos desafios, experiências e vontade de aprender coisas “inusitadas” fui conferir a agora apresentar para todas e todos o que aprendi sobre a arte, o ritual…
“Nove passos para tirar o Chopp Stella Artois”
Vamos aprender?

1.O Cálice
O cálice foi criado para garantir a qualidade de Stella Artois em todos os detalhes: sabor, cor, aroma e espuma. Representa o requinte e a tradição de Stella Artois em todo o mundo.

2. A Purificação
É preciso ter certeza de que o cálice está limpo, livre de qualquer resíduo, inclusive de marca de dedos. Aqui o segredo é lavar bem, não segurar no corpo do cálice e sim na base. E para finalizar, secar o copo segurando com a boca para baixo. Evitando assim que fique água da lavagem dentro dele.

3. O Sacrifício
Pode ate dar do, mas o primeiro jato da chopeira não deve ser servido. Isso evita que a bebida não esteja fresca, e garantir a qualidade desde a primeira gota.

4. A Alquimia
Abrindo a chopeira, o chopeiro deve inclinar o cálice á um ângulo de 45° e posiciona-la abaixo do jato. Quando o chope atinge o cálice e começa a circular é criada a proporção ideal entre a espuma e líquido.

5. A Coroação
Um chope da qualidade de Stella Artois merece muito mais que um colarinho. Merece uma coroa, que é formada com o retorno do cálice para a posição vertical, quando este estiver com a metade do seu volume preenchido. A coroa evita que o líquido entre em contato com o ar, preservando seu sabor, aroma e temperatura. Vira como a coroa é importante?

6. A Reverência
Chegou a hora de fechar a torneira. O chopeiro deve fechar rapidamente a torneira e retirar o cálice, sem deixar que caiam respingos. O líquido e o cálice jamais devem tocar a torneira.
Isso garante o frescor da Stella Artois.

7. A Guilhotina
Para mim uma das etapas mais emocionantes. Nesta etapa, o chopeiro deve retirar o excesso de espuma. Para isto, deve usar espátula especial de Stella Artois, inclinada num ângulo á 45°, passando-a sobre o cálice bem apoiado no balcão para retirar as bolhas maiores. Isso garante que a espuma dure mais tempo. Depois a espátula deve ser colocada num outro copo, com água limpa.
É quase como o rei passando a espada na cabeça de um sudito o transformando em Sir! Exageros a parte, é uma etapa complicada, pois é preciso firmeza e delicadeza. Se errar voce pode derrubar o calice e estragar tudo, quase como se o rei matasse o futuro Sir ;)

8. A Regra Inviolável
A coroa como vimos tem a importante tarefa, é fundamental para garantir o sabor e o aroma de Stella Artois. Além disto, ajuda a manter a sua temperatura. A altura ideal é de dois dedos: mais ou menos 3 cm.

9. A Premiação

Vire a marca do cálice para o cliente, segurando pela base e com a logomarca voltada para o consumidor. Enquanto ele se delicia com a sua obra prima, deseje “Saúde!”.

Depois dessa incrível aula, todos puderam tentar tirar seu proprio chopp e saborear. Fomos Paty, Mirian, Arashida e eu.

Obviamente erramos horrores! É muito mais difícil do que parece. Mesmo não sendo complicado, a calma é uma das características que devemos ter na hora de tirar o chopp, nesse caso a paciência leva a perfeição.

A etapa nacional já esta rolando. Bares incríveis como o Vila Dionísio la de Ribeirão Preto.
Nessa segunda acompanharemos a final da etapa brasileira e o vencedor ira para o campeonato mundial em Buenos Aires com competidores de mais 28 países.

Então já sabem, tirar chopp é coisa seria! O objetivo final é que chegue a nossa mesa sempre o chopp perfeito. Saúde!

You Might Also Like...

No Comments

    Leave a Reply

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.