A maquiagem está tirando nossa identidade? | Chat Feminino
Comportamento

A maquiagem está tirando nossa identidade?

Senta que lá vem problematização. 

De uns tempos para cá eu tenho percebido uma tendência nas maquiagens que vejo instagram afora: todas as pessoas estão ficando iguais. Se você analisar bem, alguns passos são seguidos, pasteurizando o rosto do pessoal: sobrancelha bem definida e arqueada (tem umas que são tão mas tão destacadas que parecem com o símbolo da nike), contorno bem marcado, iluminador na ponta do nariz, cílios postiços gigantes e uma boca nude claramente contornada maior no tamanho da boca natural da pessoa. Essas características te lembram alguém?
Sim, a Kylie Jenner é uma das adeptas de todas essas técnicas, especialmente a bocona enorme (tanto que a moça já fez inúmeras aplicações de botox para aumentar os lábios). Não digo que a moça é feia, nem que a maquiagem que ela usa é errada, mas é a identidade dela, não de todo mundo. Então porque todas as pessoas estão ficando iguais ou querendo ficar iguais à Kylie? Porque estamos perdendo nossa identidade depois de uma horinha sendo maquiadas?

Maquiagem e identidadeFoto: Shutterstock

Não me entenda mal, eu amo maquiagem, eu tenho um arsenal até bem interessante de produtos, adoro me maquiar e sim, de vez em quando uso algumas dessas técnicas citadas, mas não sinto que preciso delas pra sair sempre. Inclusive, se você me encontrar pela rua em um dia de semana, mais fácil me achar de cara lavada do que maquiada, porque eu aprendi a me gostar sem maquiagem, mesmo com poros aparentes, sardas e olheiras.

Eu participo de um grupo de maquiagem no facebook com mais de 40 mil pessoas e vocês sabem que lugar com muita gente sempre rola polêmica, especialmente na internet né? Pois bem, semana passada rolou um post com a imagem abaixo, print do twitter da maquiadora Vanessa Rozan:

Pasteurização da maquiagem

Quando postaram essa imagem rolou uma comoção de pessoas falando: eu afino meu nariz mesmo e daí? Eu não vejo problema em você afinar o seu nariz, de verdade, eu vejo problema em você não parar para pensar ao menos porque você está fazendo isso. Está apenas reproduzindo uma técnica que te foi imposta? Não gosta do seu nariz? Mas qual a causa de você não gostar do seu nariz? Quem te disse que apenas nariz fino e rosto 100% contornado é mais bonito?

Quando a gente passa base no rosto, ele fica meio uma tela em branco e muitas vezes perdermos os contornos naturais, por isso usar a técnica, pra devolver a profundidade que a gente “perdeu” na base, mas qual é essa real necessidade de afinar tudo, mudar tudo, se depois a gente vai tirar aquele reboco ali? Você gosta do que vê no espelho quando tira a maquiagem? Você tem mesmo que mudar sua expressão facial e seus traços pra ficar igual a todo mundo? 

Entenda que eu não estou aqui dizendo que você não pode se maquiar do jeito que você quer, to simplesmente tentando botar na sua cabeça uma dúvida válida sobre pasteurização e a pressão de estarmos sempre perfeitas, de bochechas fundas e nariz afilado. A pressão de ser como fulana, cicrana ou beltrana e simplesmente reproduzir técnicas que talvez nem fique tão legais assim no seu rosto, porque sim, cada rosto tem uma técnica de contorno e iluminação diferente e nem todo mundo fica bem de sobrancelha totalmente arqueada, por exemplo.

Maquiagem também é autoestima, mas precisamos pensar e analisar se a nossa autoestima está tão intrinsecamente ligada a queremos parecer com outra pessoa.

Pense nisso. ;)

E deixa sua opinião nos comentários, vou adorar ler!

Beijinhos!

Siga nossas Redes Sociais ⇒ Instagram  Twitter | Facebook

Aproveita e veja também:

Assine a nossa newsletter para receber conteúdo exclusivo e freebies. ;)

Post Anterior Próximo Post

6 Comentários

  • Responder Karina Marques 24 de agosto de 2017 at 3:35 pm

    Eu gosto de maquiagem, amo comprar rímel e iluminador (que são dói itens que não vivo sem), mas não tenho muita paciência pra me maquiar e na real? Sou fã das makes mais básicas.
    Fico me perguntando “cadê a individualidade? A personalidade?”. Não tem! É uma cópia do outro. Nada contra quem gosta de contorno, iluminação, bocão, sobrancelha marcada, mas está tão mesmo do mesmo…
    Quando penso em maquiagem gosto de pensar que cada um tem sua marca, sabe? Tipo a Bruna Vieira ou Taylor Swift que sempre usavam batom vermelho + delineado gatinho. É essa personalidade que sinto falta mas maquiagens de hoje.
    Um beijo enorme 💛

    • Responder Nary 25 de agosto de 2017 at 2:59 pm

      Oi Karina,

      eu gosto da personalidade de cada um, por exemplo, a Kylie, que eu citei no post, aquilo ali é a personalidade dela. O problema que eu vejo é todo mundo estar imitando ela sem perceber ou sem entender o porque daquilo.
      Eu AMO maquiagem, amo sair toda montada e amo sair de cara limpa, ela não me aprisiona sabe? É o que eu também vejo acontecer demais.
      E ah, acho que você pode ter sua maquiagem “padrão” e um dia ou outro usar outra coisa, pq de certa forma, ter uma maquiagem que você só usa ela, é uma forma de aprisionamento, não acha?
      beijos! <3

  • Responder Tamara MR 25 de agosto de 2017 at 1:05 pm

    Ai Nary, que post maravilhoso! Eu concordo com você! Também amo maquiagem mas tenho certo “medo” daquelas makes que transformam a pessoa em outra. Eu gosto do que realça a beleza de cada um e disfarça aquilo que incomoda (porque claro, a gente sempre tem algo nos incomodando rsrs). Mas também não acho errado quem gosta de sair por aí com uma cara diferente da que realmente tem. O problema é como vc mesma disse, a gente faz sem saber porque ta fazendo. Eu gosto muito do canal da Renata Meins porque ela nos mostra que é possível utilizar a maquiagem para transformar mas o foco principal dela é apenas realçar a beleza que cada um já tem. Por exemplo, utilizar uma cor de sombra que realça mais a cor natural dos seus olhos. Utilizar o contorno pra acertar a simetria do rosto, essas coisas. E claro, cada pessoa tem um rosto, um nariz, uma bochecha diferente da outra, também não entendo porque a gente teima em fazer maquiagem igual! Ai falei demais hahaha mas é que esse assunto também me incomoda. Enfim, obrigada por levantar esse tema aqui, precisamos refletir mesmo sobre isso. Acredito que a reflexão vale também para estilo de roupas e tipo de poses de fotos que postamos. Ta todo mundo muito igual nesse mundo e o belo mesmo é ser diferente.
    Beijos e parabéns pelo post!
    Tamara
    https://tamaravilhosamente.blogspot.com.br/

    • Responder Nary 25 de agosto de 2017 at 2:54 pm

      Oi Tamara,
      que bom que gostou do post, eu concordo muito com o que você disse, estamos na mesma linha de pensamento.
      Maquiagem é pra libertar e não aprisionar.
      beijos!

  • Responder Fernanda N 26 de agosto de 2017 at 6:31 pm

    oie nary! :)
    menina, você sabe que depois que me mudei para toronto eu nem estou mais usando maquiagem? gostava do ritual de acordar e de me maquiar para ir para o trabalho, mas aqui minha rotina é uma bagunça, cada dia começa de um jeito diferente e eu simplesmente optei por aproveitar esse tempo na frente do espelho para fazer outras coisas do meu dia a dia… portanto, assim como você, a chance de alguém me encontrar de cara lavada na rua é de 95%… às vezes, passo um rímel e um batonzinho, mas era só isso. e sobre o que você falou no post, acho que concordo com você… nunca usei técnica nenhuma para afinar, suavizar ou marcar traços do meu rosto, mas acho que a mídia acaba impondo que o padrão de beleza é x e todo mundo quer ficar igual e se sentindo bonito — mesmo que nem fique tão ~ bonito ~ em certos rostos, como você disse. mas tudo tem um limite, néam? acho incrível quem usa maquiagem para corrigir a pele marcada de acne ou alguma outra imperfeição ou cicatriz, e concordo que maquiagem é autoestima, mas acho que valorizar sua própria beleza e ser único é mais importante do que seguir as tendências de beleza, que muitas vezes, nem são tão bonitas assim… beijocas! <3

    • Responder Nary 28 de agosto de 2017 at 10:56 am

      Muito bom o que você disse sobre valorizar a própria beleza. Acho que anda bem faltando isso no mundo :*

    Responder