Chat Feminino
Livros

[Livro] – Insurgente

Depois de Divergente vim trazer a resenha de Insurgente, segundo livro da trilogia criada por Veronica Roth e que conta a história de uma Chicago futurista dividida em facções e da jovem Beatrice Prior, a Tris, que no seu teste de aptidão descobre que não pertence a nenhuma delas, ela é uma Divergente e isso pode ser um problema.
Insurgente Livro
Em Insurgente, Tris tenta salvar a si e a sua família, bem como descobre mais sobre si mesma e é obrigada a lidar com mágoa, perdão, identidade, lealdade, política e amor. Nesse livro a gente consegue ver mais de Tris e entender que ela é apenas humana e não sabe realmente o seu papel no mundo, mas que tem que fazer algo para mudar a realidade em que vive. Ela aprende que os seus atos tem consequências e que algumas dessas podem ser bem trágicas.

“- Insurgente. Substantivo. Uma pessoa que age em oposição à autoridade estabelecida, mas que não é necessariamente considerada agressiva.” – pág. 445

A veia política está bem mais presente nessa obra, o que pode deixar um pouco monótona ou arrastada, mas são partes importantes para o desenvolvimento da trama. Fala-se em acabar com as facções e construir uma unidade, mas até onde isso vai ser bom para todos?

Além disso ainda tem o romance de Tris e Quatro que em meio a uma guerra, será que vai resistir? Eu torci por eles a trilogia toda e não vou contar o que acontece porque não sou dessas. hahaha

“Não posso falar que preciso dele. O fato é que não posso precisar dele. Na realidade, não podemos precisar um do outro, porque quem sabe quanto tempo vamos durar nesta guerra?” – pág. 166

Na minha opinião esse é o livro mais chatinho da trilogia, mas que é necessário porque precisamos dele pra entender o resto da história né? A narrativa continua em primeira pessoa, sabemos tudo o que Tris sente/pensa e as cenas de guerra são super bem narradas, a gente se sente lá dentro mesmo.

Continuo fã desse tipo de leitura e li Insurgente super rápido também, você fica louca pra saber o que acontece na próxima página. hahaha

Só uma dica, não demore demais para ler esse livro depois de Divergente porque a história começa exatamente onde terminou a outra e não há muitos flashbacks, o que é massa porque não tem enrolação, mas pra quem tem memória curta creio que não seja tão bom assim. hehehe

“As pessoas só querem ser felizes, mesmo que seja de uma maneira irreal.”

Já terminei de ler também o livro que completa a trama: Convergente e trago a resenha em breve. ;)

Beijinhos

You Might Also Like...

No Comments

    Leave a Reply

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.