Dicas para desapegar de roupas do armário | Chat Feminino
Moda

Dicas para desapegar de roupas do armário

Eu confesso que sempre tive muita dificuldade em desapegar de roupas do meu armário, até que no final do ano passado juntou o meu emagrecimento com a limpa anual do guarda-roupa e eu acabei doando mais da metade das minhas peças e estou feliz assim. Se você é que nem eu e tem problemas em desapegar, hoje trouxe algumas dicas para te ajudar na hora de decidir se aquela roupa vai ou fica.

1. Observe as condições da peça

Primeiro passo para desapegar: se a roupa está rasgada, furada, manchada, com fios caindo e nada que possa ser reparado, já passou da hora dessa peça sair do seu armário. É o primeiro crivo, não pode ser consertada, lixo. Sim, lixo mesmo. Se ela está descosturada e pode ser consertada, mantenha-a no armário por enquanto, faltam os outros crivos pra você decidir se ela é ou não uma peça que vai continuar com você.

2. Faz quanto tempo que você não usa a roupa?

Ah eu usei esse vestido aqui ano passado naquela ocasião X” Tem certeza que vai usar de novo? Provavelmente não né? A gente sempre repete as roupas que mais gosta, então se faz mais de um ano que você não usa, doe. Não tem necessidade de ficar com roupa encostada no armário criando entulho.
Na minha última limpa eu doei tudo que não usava há mais de seis meses.

3. A roupa cabe em você?

Se a peça não cabe em você, esteja ela folgada ou apertada: DOE!
Não se iluda achando que vai emagrecer pra caber nela ou que se ela está folgada vai mandar apertar. Meu critério esse ano foi, ficou folgado/apertado: estou me livrando. A maioria das minhas peças (na verdade acho que todas) estavam folgadas, preferi dar um destino melhor à elas que ficar mantendo roupas de quando eu era mais gorda. Fica como incentivo para não voltar ao peso anterior. ;)

4. A peça ainda faz seu estilo?

Tudo que não se encaixa mais no seu estilo não tem pra que estar no seu armário, certo? CERTO!
A gente vai construindo nossa identidade por anos e às vezes compramos coisas lindas que não são funcionais, ou não tem mais a ver com o que a gente gosta ou simplesmente não temos ocasião para usar. Se alguma peça do seu armário se encaixa numa das três situações acima, é hora dar adeus a ela.

5. Não espere a moda voltar

Todos sabemos que a moda é cíclica e o que fazia sucesso anos atrás uma hora ou outra voltará a ser hit, mas isso não é motivo para manter uma peça no armário por anos. Se ela não está na moda e você não está usando (lembre do item 2), pra que tê-la não é mesmo?
ps. Não estou dizendo aqui que você tem que usar apenas as roupas da moda, apenas dando um motivo para que você desapegue daquela peça que fica encostada no armário esperando a hora de ser usada, mas que essa hora nunca chega.

Seguindo essas cinco dicas dá pra fazer uma limpa bem interessante.
Acho que esse ano foi a primeira vez que eu consegui me desfazer de tanta coisa ao mesmo tempo e digo pra vocês que foi bem libertador. Primeiro porque eu me livrei de to-das as roupas de quando eu usava manequim 44/46 e depois porque eu tirei aquelas peças que ficavam olhando pra mim todos os dias e nunca eram escolhidas para serem usadas.
Ficou pouquíssima coisa, especialmente por causa dos tamanhos, por exemplo, não tenho uma calça jeans que sirva, mas isso vai me dar a possibilidade de construir o meu armário cápsula e funcional, com menos peças que combinem mais entre si.

E ah, doar roupas faz a energia circular. Aquela peça que pra você não fazia mais sentido, vai fazer sentido na vida de outra pessoa. ;)

Aproveita e veja também:

Assine a nossa newsletter para receber conteúdo exclusivo e freebies. ;)

Post Anterior Próximo Post

9 Comentários

  • Responder Vy 12 de janeiro de 2016 at 11:28 pm

    leu o livro da japa organizadora, a marie kondo? li uma review incrível e já quero comprar e revolucionar minha vida, HAHA! sou super acumuladora, mas preciso me desapegar. não deu pra fazer isso antes de vir pro voluntariado por falta de tempo e de noção (noção de que eu tinha tanta tralha!), mas na volta quero dedicar tempo pra isso (até porque na casa da minha mãe não tem espaço físico!). mas acho que o armário vai ser a parte mais difícil… as roupinhas, tão nostalgicas <3

    • Responder Nary 13 de janeiro de 2016 at 9:45 am

      Eu ainda não li, tenho medo de ler e ficar sem nada no armário! hahahahaha As roupas dessa vez foi mais fácil pq eu coloquei o critério: se não cabe vai embora, daí muita coisa foi nessa leva, mas preciso fazer das tralhas, especialmente os livros. :S

  • Responder Chell 3 de fevereiro de 2016 at 2:17 pm

    Nossa, eu uso o esquema da Mary Kondo, aquela japonesa. Pra mim funcionou DEMAIS e nossa, to cheia de espaço no armário e menos peso nos ombros. Mas o post tá bacaníssimo! =D Eu tb tenho dificuldade, mas a hora H eu mando ver na limpeza =D

    • Responder Nary 4 de fevereiro de 2016 at 9:35 am

      Eu to querendo ler esse livro, mas tenho medo de sair me desfazendo de tudo e ficar com zero coisas hahahaha

      • Responder Chell 4 de fevereiro de 2016 at 9:38 am

        Nãaao, nun rola isso rss

  • Responder Você sabe o que é Lowsumerism? | Chat Feminino 7 de março de 2016 at 7:47 pm

    […] na moda, que tal começar pensando e definindo qual é realmente o seu estilo e começar a fazer uma limpa no seu armário e ficar apenas com o […]

  • Responder [Moda] - Looks P&B | Chat Feminino 11 de março de 2016 at 3:27 pm

    […] são minha paixão né? Gosto demais e devo ter umas três blusas listradas de P&b que comprei depois que fiz uma limpa no meu armário, elas combinam com uma infinidade de peças, deixando o meu guarda-roupa mais versátil. Amo! […]

  • Responder Dicas para organizar o Guarda-Roupa | Chat Feminino 19 de abril de 2016 at 6:50 pm

    […] Faça limpas periódicas de roupas para doação, é sempre bom reciclar a energia. Eu inclusive ensinei a como fazer uma limpa no armário.  […]

  • Responder O que é armário cápsula | Chat Feminino 7 de maio de 2016 at 9:02 pm

    […] cabem e peças que não cabem mais em mim. Doei um monte de coisa no final do ano e estou fazendo limpas periódicas e tentando comprar de forma mais consciente. Quando eu terminar de emagrecer tudo que quero, […]

  • Responder