Cine Clube: Janeiro - What If | Chat Feminino
Cinema

Cine Clube: Janeiro – What If

Sim, o mês de Janeiro já acabou, mas os filmes de Janeiro ainda estão aqui para conversarmos sobre, no caso, um só né?

Quando vi o anúncio What If pela primeira vez já fiquei com vontade de assistir e nem sabia que o filme era em Toronto. Imagine a minha surpresa quando Wallace (Daniel Radcliffe, o HARRY POTTER) sobe no telhado de casa e olha a CN Tower toda iluminada!  Por isso, neste post colocarei links do Google Maps mostrando onde as locações são, sim, as casas realmente existem! Claro que algumas partes internas são cenários, mas boa parte do filme têm cenas abertas…ai que saudade de Toronto!

2014_11_26toronto-640x269

Wallace conhece Chantry

O filme mostra algumas visões diferentes sobre relacionamento. Wallace está há um ano sozinho já que o fim do seu namoro foi um tanto quanto traumático. Ele conhece Chantry, prima de seu melhor amigo Allan, em uma festa na casa dele. Chantry trabalha como designer/ilustradora e Wallace largou a faculdade de medicina e mora com sua irmã e sobrinho.

Depois de conversarem na festa, Wallace e Chantry ficam amigos, bem, ficam amigos porque Chantry namora. Fica nítido desde o primeiro momento que Wallace ficou caidinho por Chantry, já Chantry mesmo tendo falado apenas no final da noite que namorava, se mostrou educada e interessada nas conversas de Wallace.

Com isso Wallace que havia superado a ex, continua na melancolia e joga fora o telefone de Chantry. Afinal, pra quê ter uma amiga que namora quando se está solteiro?

O acaso, o destino, o roteiro do filme coloca os dois no mesmo lugar novamente, dessa vez no cinema e fica impossível evitar o inevitável: eles começam a trocar emails diários e a amizade cresce.

What If

Wallace conhece Ben

Quando Wallace conhece Ben (Rafe Spall), fica claro que mesmo no mundo mais “cool”, menino amigo de menina não existe, ainda mais se for uma amizade que começou bem depois do namoro. Em uma série de trapalhadas, Ben acaba indo para o hospital por culpa de Wallace e lá Chantry conhece “a ex” e a história do fim de namoro deles. Mais “comitrágico” impossível!

Chantry conhece “a ex de Wallace”

Depois de conhecer “a ex” começo a achar que Chantry dá um pouco o braço a torcer e ficar mais encantada pelo amigo e isso só “piora” quando Ben muda de país por causa do trabalho. Mas sabemos que Chantry não trairia Ben e que Wallace não quer ser como a sua ex, afinal, não é assim que se começa ou termina um relacionamento.

what-if

Chantry conhece Wallace

Com a proposta de mudança, Chantry fica dividida entre três lugares do mundo, inclusive com Toronto, afinal é lá que Wallace está. Fica nítido que essa amizade mudou sua cabeça, mas ela ainda é do tipo que “tenta fazer o certo”, o que é um problema. E com isso acaba viajando para ver o namorado, o que não foi uma boa ideia, ou na real foi uma ótima ideia que “parece” ter clareado sua mente. Digo “parece” porque no fim das contas ela acaba metendo os pés pelas mãos. E por isso deixo aqui meu momento revolta no encontro no George Street Dinner:

Wallace foi um gentleman, se declarou todo fofo, inclusive por ter apanhado do Ben. Chantry foi meio babaca com ele na lanchonete, sendo que deveria ter se sentido lisonjeada! O menino foi até Dublin procurá-la, apanhou do cara, voltou a tempo de um encontro na lanchonete mais amor do mundo e ainda “reclamou” por ele ter sentimentos por ela desde a primeira vez que se viram!!! GRRRR

WHAT IF

Wallace & Chantry – R.S.V.P.

Rola um momento que você num sabe o que vai realmente acontecer depois do “rolo” do “The Fool’s Gold Sandwich”, mas ver os dois juntos definitivamente é suspirar tranquilamente. Dá aquele gostinho de “no final tudo dá certo” e/ou “no fim tudo dá certo, e se não deu certo é porque ainda não chegou ao fim”.

Resumo: Quem quer, faz acontecer.

Curiosidades

O nome do filme em alguns lugares é The F Word. Senta que lá vem história: CBS Films mudou o título de lançamento nos Estados Unidos para What If devido à Motion Picture Association of America tendo problema com a palavra falta implícita na parte “F” de The F Word. (Sim é FUCK!), uma expressão para dizer um palavrão que não deve ser dito. No caso, encaixa no filme como “Sou o melhor amigo de uma menina que curto e namora um cara babaca! É ou não de F****?!”. Ele foi renomeado pela Entertainment One for the Reino Unido, mas manteve o original para a liberação canadense.

Aqui está o roteiro do filme (amo roteiros!).

Algumas pessoas reclamaram/criticaram que não há no elenco pessoas de outros países e etnias, visto que Toronto é um mix e uma cidade muito acolhedora, ver um elenco totalmente caucasiano pareceu frustrante.

Poster maravilhoso que aceito de presente!

Casey Affleck quase foi o Wallace, ufa que o Daniel que fez o Wallace.

Pra quem gosta de trilha sonora, tem tudo no Spotify, inclusive as baladinhas e a última música com Edward Sharpe and the Magnetic Zeroes.

Aqui você pode roubar o look da Chantry, apesar que eu queria mesmo era roubar o apartamento, emprego, namorado…

E aí, o que acharam do filme?

Concordam com o que disse? Tem algum comentário?
Já deram uma de Chantry ou de Wallace?
Com qual personagem vocês mais se identificam além do casal? Tem Allan, Dalia, NIcole, Ben…Megan (a ex)!

Post Anterior Próximo Post

Aproveita e veja também

Nenhum Comentário

Responder