Amanda Faia
Todos os post por

Amanda Faia

Cabelos

Cabelos cacheados: um bom corte é fundamental

Desde que resolvi assumir os cachos eu sabia que um bom corte, feito um bom profissional que entendesse de cabelos cacheados seria fundamental. Não que um bom corte nos fios lisos também não seja necessário, mas cachos precisam de um olhar de especialista não apenas para passar a tesoura, mas para te orientar como aproveitar ao máximo aquele novo visual com uma boa finalização, indicar produtos e principalmente como usá-los da maneira correta.

Bem, eu estava certa. Tanto que estava MUITO ansiosa para o meu corte. Seguindo a dica de várias colegas, parei em Nalva Melo. Primeiro que o salão dela é um convite para você entrar. Na verdade, ele é um salão café montado no coração da Ribeira, bem onde Natal nasceu e com uma decoração única. Frases de efeito e colagens nas paredes, algumas sem revestimento ou pintura. Você se sente peculiar assim que entra. Eu que adoro algo fora da caixinha já cheguei lá apaixonada.

Foto: divulgação

Além disso, Nalva trabalha, além de outras marcas, com a Deva Curl (não tô recebendo pra fazer a propaganda – eles nem precisam – mas qualquer coisa, tamos aí!) – A MARCA para cabelos cacheados e que tem na sua desenvolvedora a responsável pela criação das técnicas de Low Poo e No Poo. Ou seja: eu tinha que ir.

Sem atraso, sentei na cadeira, comecei a falar da minha transição às escondidas no coque durante gravidez/1º ano do bebê, que havia começado o cronograma capilar há pouco tempo, como estava fazendo o Low Poo e pronto. Ela havia terminado! Pensei de cara: “acabou? Ela só cortou isso? Não é possível!”. Jurava que algo tava errado, mas quem é doido de questionar o cabeleireiro, né? Lavagem, hidratação, fitagem, cabelinho e paciência no difusor. Cabelo seco, Nalva passou nas mãos um óleo para não criar atrito nos fios e com minha cabeça para baixo, soltou tudo para deixar bem bagunçado e com volume e eu me vi outra no espelho. Ela explicou que se eu quisesse um visual com cachos mais certinhos era só soltar menos os cachos após secagem.

No papo, Nalva ainda me reafirmou a importância de usar os produtos certos para cada tipo de cabelo, de cacho (sim, há curvaturas específicas, mas falo sobre isso na próxima oportunidade), como o shampoo com sulfato destrói seus fios e me ensinou uma fitagem super simples que resultou nisso aqui:

Nessa finalização não há gel nem gelatina. Na-da além de um bom leave-in resultando em fios maleáveis. Sobre a fitagem:

com os cabelos já lavados e hidratados (ou nutridos ou reconstruído) e encharcados (no nível pingando então de preferência faça isso dentro do box), separe o cabelo em partes, passe o leave-in/creme de pentear de sua preferência na mecha e vá enluvando todos os fios com o creme. Depois passe os dedos entre os fios como se sua mão fosse um pente de dentes largos e “penteie” o cabelo criando fitas (olhaí o nome fitagem!). Amasse o grupo de cabelo fitado para ativar o cacho e repita o processo mecha por mecha. Depois de finalizar, tire o excesso com uma toalha de microfibra ou até camisa de algodão (alô marido!). Aí é só secar e você está prontíssima.

Eu vou tentar fazer sozinha e depois conto para vocês lá no Instagram Stories se deu tudo certo.

Eu tô me sentindo a blogueirinha cacheada, sério! Nem com o frizz, que estava equivalente a aqueles fios ouriçados de experiências de estática em feira de ciência, eu tô me importando mais.  Como a mudança em um cabelo promove auto-estima, né? O que acharam?

 

cabelos cacheados corte
Cabelos

A redescoberta do cabelo natural

Olá! Sou Amanda Faia, 35 anos, jornalista, hiperativa, esposa, mãe e comadre da Nary. Há umas 3 semanas resolvi assumir meus cachos, meu balaio, meu querido fuá e dar um adeus à químicas alisantes e um “até a hora que eu quiser” à chapinha.

Cabelo natural

A Nary me convidou para contar um pouco de como está sendo esse processo de redescoberta para vocês. Redescoberta porque a última vez que eu estive de cachos soltos eu estava na faculdade e eu me formei no longínquo ano de 2003. Depois desse período, meu cabelo foi ruivo, loiro (e um alaranjado neste meio), com partes coloridas, curto, longo, alisado e/ou com ondas. Não digo que fiz de tudo porque sei que tem gente que judia muito mais que eu, mas posso dizer com certeza que ele já passou por muitos bocados.

Se você faz essa milacria toda no cabelo, mas cuida do bichinho, ele até resiste. O problema é quando você faz e não está nem aí. A verdade é que nunca fui muito vaidosa. Por preguiça mesmo e por estar sempre ocupada nunca parei para cuidar de mim e o que eu resolvia fazer tinha que ser rápido porque certeza que eu já estava atrasada para algum compromisso.

cabelos naturais transiçao capilar de Amanda Faia

Aí veio a gravidez em 2015 e o pouco que eu fazia pelo meu cabelo já não podia mais. Nada de química (nesta época havia abandonado a progressiva e estava apenas fazendo realinhamento), nada de descolorante e cor só se fosse com tinturas específicas. Resultado? Fui prendendo em um rabo de cavalo e tudo piorou muito depois de Gabriel nascer. Aí é que a gente não tem tempo mesmo (e eu achava antes que não tinha! Iludida!). O rabo de cavalo continuou e minha transição capilar foi literalmente presa. Sem química, os cachos voltaram a aparecer, mas assim que eles davam o ar da graça depois do banho, lá iam os fios para um coque no alto da cabeça novamente porque era mais prático, Gabriel não conseguia puxar e já era hora de cuidar do bebê de novo (e de mim nada).

Somando o 1 ano e 2 meses atual de Gabriel com os 9 meses da gravidez, posso dizer que praticamente passei dois anos com esse cabelo sem ver escova ou chapinha (porque você tá cansada demais para fazer ou sem tempo) e preso. Foi quando cansei!

Não é novidade que mãe se negligencia e depende da gente catar força não sei de onde e contar com a ajuda do parceiro para se achar novamente no meio da correria do dia-a-dia. Por mais que o bebê precise da sua atenção, você também precisa dedicar tempo à você. Tem mãe que consegue resolver isso relativamente rápido, eu só consegui força para me reencontrar 1 ano depois.

Mas então… fazer o que nesse cabelo? Voltar pra química eu não posso pois ainda estou amamentando. Hora de realmente assumir os cachos, mas do jeito que o cabelo está agora claramente não dá para ficar. Senão eu viro escrava novamente da chapinha.

Cabelo natural - Amanda Faia

Após dar aquela chorada básica a Nary e ela me inundar com posts aqui mesmo do blog sobre cronograma capilar, hidratação, nutrição, reconstrução, máscaras, umectação… resolvi dar chance a esse mundo novo. É novo sim e a “desculpa” que eu precisava para cuidar de mim! Dito isso, a partir de agora, vira e mexe, eu estarei aqui no Chat Feminino para a gente falar de cabelos, auto estima e o que diabo eu estou fazendo para tentar domar a juba. Espero que eu possa, de certa forma, ajudar outras a se jogar também. A se cuidar também. E a ver que a questão de “não ter tempo” depende muito mais da gente do que de fatores externos. Se a gente não fizer pela gente, quem vai fazer?

 

Foto: Shutterstock

 

cabelo natural
Unhas

Risqué lança caneta para nail art

Oi gente!

Desculpa o sumiço com os posts sobre esmaltes, mas a vida corrida e a chegada de um novo trabalho me deixaram completamente perdida com meus horários. Acredito que agora conseguirei vir ao Chat Feminino todas as quintas com novidades para as viciadas em manicure!

E eu volto com uma suuuuuuuuuuuuuuper novidade! A Risqué anunciou que está lançando no mercado cinco canetinhas para nail art. A Caneta Decoração vem com uma ponta fininha, que permite fazer desenhos com precisão. Foram desenvolvidas cinco cores com base d’água então as alérgicas podem usar e, se você borrar, não precisará de acetona para retirar. Basta passar um algodão com água!!! Ah, justamente por causa disso é preciso que a manicure seja finalizada com um top coat, ok?

Photobucket

As cores: Branco neve, Preto Noite, Ouro Glam, Verde Tropical, Rosa Floral.

Photobucket

O preço sugerido é de R$ 19,90 e algumas lojas desse nosso grande Brasil já estão vendendo as canetinhas! Não quero ver ninguém mais errando as francesinhas e inglesinhas, viu? ;)

Unhas

Unhas gêmeas

A gente já teve o boom das unhas em degradê (cada uma com um tom diferente da cor escolhida), das Ombré Nails e da filha única (que a Nary ADORA), mas agora o que se vê por aí são as unhas gêmeas. Este nome ainda não é unanimidade, mas realmente (em português) não há maneira melhor de descrever a esmaltação do momento.

A ideia é bem simples: escolha duas cores de esmalte (tons parecidos ou não) e em uma das mãos pinte duas unhas com a cor 1 e as outras com a cor 2. Na mão contrária, inverta as cores.

Photobucket

Passei a semana desfilando com as chamadas “unhas gêmeas” (foto acima) e elas não passaram despercebidas na multidão. Fui parada diversas vezes por várias mulheres curiosas. “É a nova moda”, muitas diziam. E elas estão certas. Nas minhas buscas pelas novidades da Nail Fashion Week aqui para o blog, achei diversas frequentadoras do desfile com este tipo de esmaltação.

O legal é que, assim como a “filha única”, as “unhas gêmeas” não precisam combinar. No meu caso, usei o Cotton Candy e Party Rock da coleção nova das Meninas Superpoderosas. A combinação do verde neon com o roxo delicado ficou lindo. Eu adorei.

Nas “unhas gêmeas” você também pode abusar as coberturas (flocadas, glitters etc) e se diferenciar ainda mais! Hoje em dia, combinar esmalte com o estilo da roupa/sapato/bolsa só em caso de uma cerimônia muito formal, como gosta de dizer a Nary. No restante do tempo, abuse da criatividade e deixe suas unhas refletirem seu estado de espírito. :)

Unhas

Os lançamentos da Nail Fashion Week

As fanáticas por esmalte ficaram ligadinhas nas novidades da Nail Fashion Week, realizada em São Paulo nos dias 06 e 07 de agosto. A segunda edição do “desfile das unhas” foi marcada pelos lançamentos das novas coleções da Colorama, Avon Colortrend, OPI, Passe Nati, Super Pérola, Mavala e Hits Speciallitá. Muita coisa, né? Então vamos com calma e já peço desculpa pelo longo post. ;)

Colorama – Viagem Translúcida

Esta é provavelmente a coleção mais comentada até o momento. As sete novas cores da marca tem acabamento transparente e brilho natural. Sugestão de preço: R$ 2,55.

Photobucket

Bola de Gude – lilás
Chá – laranja
Espuma – branco
Orvalho – verde aberto
Gota – roxo claro
Sombra – fumê
Vitral – rosa delicado

Hits Speciallitá – Gio Antonelli

Esta é a parceria da marca com a atriz da Globo Giovanna Antonelli. O frasco é bem diferente do que a Hits coloca no mercado e eu já achei um charme. Sugestão de preço: R$ 14,50.Photobucket

Encanto – Verde delicado
Carinho – Amarelo perolado aberto
Amor – Rosa claro
Paixão – Rosa
Admiração – Um rosa fechado
Ímpeto – Marrom
Confiança – Laranja vivo
Intuição – Azul metálico
Desejo – Vermelho

Avon Colortrend – Conto de fadas às Avessas

São cinco cores em tons pastéis e com acabamento brilhoso. Sugestão de preço: R$ 2,90.Photobucket

Sapo Encantado – verde pastel
Quase para Sempre – lilás
Princesa em Fuga – azul claro
Maçã Envenenada – vermelho
Beijo Adormecido – pink claro

Mavala – Celebration Collection e Delicious Color’s

A Celebration Collection está sendo lançada em comemoração aos 50 anos da marca. Preço sugerido: R$ 27.

Photobucket

Moscow – vermelho, como a cidade russa
Sapporo – bege claro, como os montes nevados do Japão
Roma – vermelho sangue, como a glória dos antigos gladiadores
Victoria – laranja, em memória da terra africana
Montevideo – roxo escuro, como o tango luxuoso
Honolulu – fúcsia brilhante

Já a Delicious Color’s é a cara do verão e inspirada em sabores de sorvete! Hummmm… Preço sugerido: R$ 27.

Photobucket

Lemon Cream – amarelo como baunilha
Blue Mint – azul como uma bala refrescante
Frozen Berry – uma flor violeta
Candy Floss – um rosa fofo
Pistachio – verde suave como o sorvete
Fresh Melon – laranja claro como uma tangerina

OPI – Holland

Os nomes e cores desta coleção foram inspirados nas flores, moinhos e movimento da água dos canais da Holanda, um dos países mais liberais do mundo. Preço sugerido: R$ 35.

Photobucket

Red Lights Ahead…Where? – coral vermelho vivo
A Roll in The Hague – laranja vivo
Dutch ’Ya Just Love OPI? – ameixa cremoso com pigmentos de brilho dourados
I Have Herring Problem – azul esverdeado com micro brilhos
Did You ’ear About Van Gogh? – areia cremoso
Kiss Me on My Tulips – rosa pink quente
Vampsterdam – roxo perolado
I Don’t Give a Rotterdam! – azul violeta com micro brilhos
Thanks a WindMillion – verde mar pastel cremoso
Pedal Faster Suzi! – rosa lavanda com brilho prata
Wooden Shoe Like to Know? – marrom chocolate com pequenos pigmentos de brilho
Gouda Gouda Two Shoes – nude rosado com micro brilhos

Passe Nati – Las Vegas

A nova coleção da Passe Nati se inspirou nos luxuosos e nas cores dos cassinos de Las Vegas. São cinco cores bem vivas. Sugestão de preço: R$ 1,45.

Photobucket

BlackJack – Azul esverdeado com brilho intenso e cremoso
Poker – Pink, cremoso
Carteado – Lavanda suave, cremoso
Caça-níquel – Amarelo, ultracintilante/metalizado
Roleta – Laranja, cremoso

Super Pérola – Pega Rapaz

E ufa.. a última coleção lançada na NFW foi a Pega Rapaz. Para esta linha, a Super Pérola diz que se inspirou em descontração e romance. Três das cinco cores tem acabamento metalizado. Preço sugerido: R$ 2.

Photobucket

Beijo Roubado – Vermelho aberto com shimmer dourado
Primeiro Amor -Lavanda ultraperolado
Me liga – Branco perolado com shimmer dourado
Fica comigo – Amarelo cremoso
Caso sério – Duochrome metalizado puxado para o vinho